Defesa Civil realizou 26 operações de Produtos Perigosos em 2010

Fonte: Defesa Civil - SC, Jornalista Fabiane Pickusch Costa

O Departamento Estadual de Defesa Civil (DEDC) coordenou em 2010, 26 operações de Produtos Perigosos em rodovias estaduais e federais em Santa Catarina. Ao todo, foram realizadas 487 abordagens, que resultaram em 541 notificações. Conforme o decreto estadual nº 2894/98, é de responsabilidade do Departamento Estadual a coordenação das Operações de Controle do Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos nas rodovias do Estado.

As principais causas de notificações foram: irregularidade nos painéis (de segurança e risco); a falta de informações nas notas fiscais com relação ao produto químico transportado; fichas de emergência e envelopes em desacordo com a legislação; transporte incompatível de produtos químicos, entre outras.

Devido ao grande número de notificações em 2010, a Defesa Civil Estadual reforça a importância das operações de fiscalização do transporte de produtos perigosos. “Nosso Estado possui um tráfego significativo de veículos que transportam produtos químicos. Por isso, precisamos intensificar as operações a fim de coibir acidentes envolvendo produtos perigosos”, ressalta o diretor da Defesa Civil Estadual, Emerson Neri Emerim.

Participam da operação junto com a Defesa Civil, o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Conselho Regional de Química (CRQ), Polícia Rodoviária Estadual e Federal, Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Polícia Militar Ambiental, Secretaria de Estado da Fazenda e a Vigilância Sanitária da Secretaria de Estado de Saúde.

Acidentes em 2010
Conforme o relatório da Defesa Civil Estadual, em 2010 aconteceram oito acidentes envolvendo produtos perigosos no Estado. Este foi o número comunicado ao Departamento Estadual. Segundo os registros, a maioria aconteceu em rodovias federais.

Locais das operações (por ordem de realização)
Blumenau (BR 474); Guaramirim (BR 280); Itajaí (SC 486); Araranguá (BR 101); Içara (SC 444); Barra Velha (BR 101); Campo Alegre (SC 301); Joinville (BR 101); Itapema (BR 101); Concórdia (BR 153); Campos Novos (BR 282); Florianópolis (SC 401); Água Doce (BR 153); Lebon Regis (SC 302); Ponte Alta (BR 116); Blumenau (SC 474); Canoinhas (SC 280); Mafra (BR 116); Gaspar (SC 470); Gravatal (SC 438); Dionísio Cerqueira (BR 163); Xanxerê (BR 282); Bom Jesus (SC 467); Gravatal (SC 438); Rio do Sul (BR 470); Gaspar (SC 486).

 

Voltar para:
Fiscalização Produtos Perigosos