SP ganha equipamentos para fiscalização de mananciais
Fonte: Governo do Estado de São Paulo - 04/06/2009

Pacote faz parte das compensações ambientais previstas nas obras do trecho Sul do Rodoanel O governador de São Paulo José Serra e o secretário dos Transportes, Mauro Arce, entregaram 47 equipamentos para intensificar a fiscalização das áreas de proteção aos mananciais e revitalização das áreas sem ocupação. O pacote é parte das compensações ambientais previstas nas obras de implantação do trecho sul Rodoanel. Avaliados em R$ 5,5 milhões, os aparelhos se destinam à Secretaria do Meio Ambiente e à Polícia Militar Ambiental. São 31 veículos de patrulha rural, oito motos de 660cc, uma embarcação de 25 pés, duas lanchas de 17 pés, três carretas para transporte de motos e barcos, 20 câmeras fotográficas digitais e 20 aparelhos de GPS. Inicialmente os equipamentos ficam sob responsabilidade da 2ª Companhia do 1º Batalhão de Policiamento Ambiental da capital. "As obras do Rodoanel estão entre as mais bem cuidadas que foram e estão sendo feitas em nosso País. Para se ter uma idéia, do custo total desse trecho da obra, que é de aproximadamente R$ 4,2 bilhões, R$ 500 milhões, ou seja, um oitavo, está sendo gasto em questões ambientais", afirmou José Serra. Com um contingente especializado de 2,2 mil homens, distribuídos em quatro batalhões no Estado, a Polícia Ambiental previne e reprime delitos contra o meio ambiente. Suas atividades são a proteção de florestas e vegetações, fauna (sobretudo no combate ao tráfico de animais), a fiscalização dos recursos pesqueiros e da poluição, destinação de resíduos sólidos e impedimento de danos ambientais.

Preservação

O processo de implantação do Trecho Sul contou com um dos projetos mais avançados do mundo em preservação do meio ambiente. São 26 programas ambientais, voltados para a preservação da flora, da fauna e do patrimônio arqueológico, histórico e cultural, de apoio à proteção e recuperação de mananciais, de monitoramento da qualidade da água, do ar e de ruídos e de atendimento a emergências ambientais durante a construção.

Trecho Sul

Com 61,4 quilômetros de extensão, é a maior obra rodoviária em andamento no país. Quando concluída, vai interligar o interior do Estado de São Paulo às rodovias Imigrantes, Anchieta e à interligação da Avenida Papa João XXIII, no município de Mauá. Iniciada em 28 de maio de 2007, a obra está 75% concluída e a previsão de término é março de 2010. O custo do empreendimento, entre construção da rodovia, desapropriações, reassentamentos e compensações ambientais, é R$ 4,2 bilhões - sendo 2/3 custeados pelo Estado e 1/3 pela União.

O Rodoanel

Os 170 km do Rodoanel farão a interligação das dez mais importantes rodovias do Estado, o que afasta da Região Metropolitana a maior parte dos veículos pesados e alivia os congestionamentos - sobretudo nas Marginais do Tietê e do Pinheiros, Av. dos Bandeirantes, Av. Juntas Provisórias, Av. Salim Farah Maluf e Av. Anhaia Melo.

Voltar para Fiscalizações - Meio Ambiente