Problemas operacionais levam CETESB a interditar o aterro sanitário de Sarapuí, na região de Sorocaba

Fonte: CETESB, por Newton Miura

O Aterro Sanitário em Valas do Município de Sarapuí, na região de Sorocaba, no interior do Estado, foi interditado, em 19.01, pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo - CETESB, órgão da Secretaria Estadual do Meio Ambiente - SMA. O aterro, localizado na Estrada Municipal AS, km 3, apresentava péssimas condições de operação, causando danos ao meio ambiente e à saúde pública.

A interdição foi realizada, por volta das 10h00, pela Agência Ambiental de Sorocaba, com o apoio da Polícia Militar Ambiental de Itapetininga. Segundo os técnicos, a disposição de resíduos no local era feita de forma desordenada, sem o recobrimento do material disposto com terra para evitar a presença de vetores de doenças, como ratos e moscas. Além disso, a CETESB constatou a falta de vigilância e a presença de catadores no local.

O aterro, que se encontrava em operação há mais de 15 anos, foi licenciado em 2005 como aterro em valas, mas foi se descaracterizando com o esgotamento de sua vida útil, levando a prefeitura a ocupar as áreas destinadas à circulação de veículos. Por esses motivos, o sistema de destinação de resíduos sólidos do município foi considerado inadequado no Inventário Estadual de Resíduos Sólidos.

As ações de controle da CETESB que culminaram na presente interdição, se iniciaram em 2008 com a aplicação de um auto de advertência, no dia 13 de maio desse ano, e multas diárias, no valor de 65 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo – UFESP, no dia 6 de março de 2009.

O município tem uma população de 8.601 habitantes, gerando aproximadamente seis toneladas de resíduos domiciliares por dia. Segundo representantes da prefeitura, estão sendo desenvolvidos estudos para a implantação de um novo aterro em área contígua à atual, embora não haja nenhuma previsão de data para a elaboração do projeto e pedido de licenciamento. Por enquanto, a prefeitura deverá procurar uma alternativa emergencial para o encaminhamento dos resíduos.




Voltar para Notícias - Meio Ambiente