BH é a primeira cidade a proibir a distribuição de sacolas plásticas pelos comerciantes

Essas embalagens plásticas, úteis na rotina doméstica, são grandes inimigas do meio ambiente: resistentes, elas levam até 400 anos para se desmanchar. Essa foi a razão que levou a prefeitura a proibir a distribuição de sacolas plásticas no comércio em Belo Horizonte. A partir de agora só é permitida a utilização de saquinhos 100% biodegradável, feito de amido de milho ou fibra de cana de açúcar. Quatro meses depois de descartado, vira adubo. O consumidor que quiser embalar as compras terá que pagar R$ 0,19 por unidade.

Fonte: R7 Notícias

Voltar para:
Notícias Meio Ambiente