Bradesco é o 3º banco privado a reduzir juros

Depois de HSBC e Santander, o Bradesco entrou nesta quarta-feira para a lista dos bancos privados que decidiram reduzir juros. As novas taxas entram em vigor na segunda-feira (23/04/12).

Os três seguem um movimento iniciado por Banco do Brasil e Caixa no início deste mês. Os dois bancos públicos lançaram programas com taxas menores depois de reclamações da presidente Dilma Rousseff sobre o patamar elevado dos juros praticados pelo sistema financeiro no Brasil.

Desde então, o governo pressiona as instituições privadas a aderir ao movimento para diminuir as taxas oferecidas ao mercado. A medida seria também uma forma estimular a economia para garantir um nível de crescimento mais robusto neste ano.

Com o anúncio da redução nesta quarta-feira, o Bradesco afirma que a decisão está em "consonância com os objetivos de estímulo ao crescimento econômico".

Clientes pessoa física do Bradesco encontrarão taxas menores nas linhas de financiamento de veículos, aquisição de bens, crédito pessoal e no consignado para aposentados do INSS. O limite de crédito para pessoa física foi elevado em R$ 9 bilhões.

O banco disponibilizou uma linha de R$ 1 bilhão voltada a micro e pequenas empresas, para capital de giro e aquisição de máquinas. A taxa será reduzida de 5,56% a 2,90%.

Citando um incentivo à produção e vendas do setor automotivo, o Bradesco promete oferecer um adicional de R$ 6 bilhões aos bancos ligados a montadoras.

VEJA COMO FICAM OS JUROS PARA PESSOA FÍSICA, EM %

Linha
Como era
Como fica
Crédito pessoal
2,66
1,97
Aquisição de bens
3,54
2,97
Financiamento de veículos
1,35
0,97
Consignado a aposentados
1,32
0,9


Fonte: Folha de São Paulo


Voltar para:
Notícias - Cotidiano