Fiscalização de cargas perigosas é intensificada na BR-101
Cerca de 1.500 caminhões por dia passam pela barreira fiscal em Campos. De 30% a 40% dos caminhões transportam produtos tóxicos.


Fiscalização Produtos Perigosos

Órgãos federais e estaduais vão dar apoio à operação do Ibama que acontece em todo o Estado do Rio. O objetivo é fiscalizar as licenças para transporte de herbicidas, produtos tóxicos utilizados em lavouras no combate de pragas e, dessa forma, evitar acidentes e crimes ambientais provocados pela falta de condições dos veículos.

Cerca de 1.500 caminhões que passam por dia pela barreira fiscal da BR-101 em campos dos Goytacazes, Norte Fluminense, 30% a 40% levam esse tipo de produto. Esse tipo de carga é considerada perigosa, assim como, os de combustíveis, materiais tóxicos e inflamáveis.
A decisão de intensificar a fiscalização foi tomada após a frequência de algumas irregularidades.

A forma como esses produtos são transportados é o que preocupa as autoridades. Até o momento a Secretaria Estadual de Transportes, que administra as barreiras fiscais, não divulgou o balanço do primeiro dia de fiscalização.

Fonte: G1

 

 

 

 



Voltar para:
Fiscalização - Produtos Perigosos