Anuário Estatístico da Previdência Social traz dados de acidentes do trabalho em 2011
Publicação já está disponível para consulta na página da Previdência

Da Redação (Brasília) – A 20ª edição do Anuário Estatístico da Previdência Social (AEPS)traz dados preliminares dos acidentes de trabalho registrados no Brasil em 2011. A versão completa será disponibilizada no Anuário Estatístico de Acidente do Trabalho 2011 na página do ministério da Previdência Social.

O número de acidentes de trabalho gerais teve leve aumento em 2011 com relação a 2010. No ano passado foram registrados 711.164 contra 709.474 em 2010. Um número maior de trabalhadores perdeu a vida por acidente de trabalho no último ano. Foram 2.884 mortes, sendo que em 2010 foram registradas 2.753.

As consequências menos graves, como simples assistência médica e afastamentos de menos de 15 dias, representaram 56,2% em 2011 contra 54,9% em 2010. Isso significa que mais da metade dos acidentes liquidados tiveram consequências menos graves, que geraram apenas atendimento local ou afastamentos de menor duração.

Quando se analisa os acidentes por grupos etários pode ser observado que nos últimos três anos há indícios de uma pequena mudança no sentido de uma menor incidência nas idades mais jovens e um aumento da incidência nas idades superiores. Em 2007, 54,81% dos acidentes ocorreram em idades inferiores a 34 anos. Esse percentual cai para 52,78% em 2011.

A faixa etária de 35 a 44 anos permanece com participação praticamente estável no triênio, sendo que a participação da faixa etária superior a 45 anos aumenta de 20,38% para 22,66%. As três atividades econômicas que registraram maior número de acidentes foram as atividades de atendimento hospitalar, a administração pública e o comércio varejista de mercadorias em geral. Essas três atividades foram responsáveis por 13,5% do total de acidentes registrados no ano de 2011. Excluindo os ignorados, os 9 setores com maior número de acidentes registrados foram responsáveis por 25,5% do total de registros.

CNAE 2.0/Quantidade

1 - Atividades de atendimento hospitalar: 51.417
2 - Ignorado: 30.728
3 - Administração pública em geral: 22.517
4 - Comércio varejista de mercadorias em geral: 21.846
5 - Construção de edifícios: 21.700
6 - Fabricação de açúcar em bruto: 16.824
7 - Transporte rodoviário de carga: 15.211
8 - Abate de suínos, aves e outros: 11.292
9 - Atividades de Correios: 10.706
10 - Restaurantes e outros estabelecimentos: 9.961
Total: 711.164

Fonte: Ascom/MPS
Natália Oliveira

Notícia enviada por Clóvis Veloso de Queiroz Neto

 

 

Voltar para:
Notícias - Segurança do Trabalho