Transporte de carga perigosa será fiscalizado em Paulínia na primeira quinzena de maio.

Será realizada na primeira quinzena de maio, pela Divisão de Trânsito (Ditran) da Secretaria de Segurança Pública de Paulínia, uma operação com caminhões de transportes de produtos perigosos e que transportam cargas acima de 10 toneladas. O objetivo da blitz é orientar os caminhoneiros a evitarem as ruas e avenidas do centro da cidade como rota para seus destinos.

A operação ocorrerá na Avenida dos Expedicionários e na Rua São Bento, durante três dias. Aproximadamente oito guardas de trânsito, divididos em três viaturas, trabalharão das 8 às 18 horas fiscalizando caminhões que trafegam por essas vias.

O Chefe da Divisão de Trânsito, Mantovani Franco, declarou que a operação já estava sendo programadas para atender as constantes reclamações da população. “Em 2011, a Secretaria de Transporte implantou as sinalizações, possibilitando a fiscalização das vias. Foi realizado um trabalho de conscientização durante três meses orientando os caminhoneiros sem aplicar a autuação”, explica.

Um levantamento realizado no ano passado na área central, constatou que a circulação pelas avenidas do centro tem uma média diária de 700 caminhões, sendo que 90% utilizavam as vias do centro para desviar do pedágio e 70% passavam pela Avenida dos Expedicionários. Entre os caminhoneiros que receberam a orientação, aproximadamente 30% transportavam produtos considerados perigosos. No final de 2011, a operação conseguiu uma redução de 70% do número de caminhões que circulavam na área central.

A multa por transitar em local proibido é de R$ 85,13 e somam 4 pontos no prontuário do condutor, se este for flagrado mais de 5 vezes no centro da cidade ele perderá a Carteira de Habilitação.


Fonte: Portal de Paulínea

 

Voltar para:
Fiscalização - Produtos Perigosos