Ação para coibir transporte irregular de carga perigosa autua 50 em um dia
Transporte inadequado de defensivo agrícola foi o que chamou a atenção. Em 10 horas, a PRF flagrou sete veículos transportando cargas perigosas.



Produtos perigosos junto a produtos de uso de higiene pessoal

Uma fiscalização foi montada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) para coibir o transporte irregular de cargas perigosas nas rodovias que cortam a região sudoeste de Goiás. Em um dia, a polícia fez quase 50 autuações.
O que chamou a atenção foi o transporte inadequado de defensivos agrícolas. Só em uma caminhonete carregada de fungicidas e inseticidas, os agentes encontraram oito irregularidades.

A mercadoria estava quase 200 quilos acima do peso permitido. As caixas não poderiam estar soltas na carroceria. O veículo também estava sem placas de sinalização. O motorista não tinha o curso para transportar defensivos e nem usava os equipamentos de segurança obrigatórios.

O dono da caminhonete e a empresa que forneceu os produtos foram autuados e as multas somaram quase R$ 6 mil para cada um. A mercadoria só foi liberada depois de ser transferida para um veículo que estava de acordo com as normas.
Em 10 horas, a PRF flagrou sete veículos transportando cargas perigosas de forma irregular nas rodovias que cortam o município de Rio Verde. Foram 46 autuações, ao todo.

A preocupação da polícia aumenta nessa época do ano por causa do uso de defensivos para combater pragas e doenças nas lavouras. “Cargas de produtos perigosos têm que estar bem acondicionadas. Tem alguns produtos que não podem tomar chuva, por exemplo. A dica da Polícia Rodoviária é que eles entrem em contato com o técnico da empresa onde vão comprar o produto para que sejam orientados da maneira correta de transportar”, orienta o inspetor da PRF Lacerda Santos.



Fonte: G1

 

 

 

 

 

Voltar para:
Fiscalização - Produtos Perigosos