Governo paulista lança linha de crédito de R$ 100 milhões e a juro zero para setor de panificação
Linha operada pela Desenvolve SP ajudará adequação da indústria à NR12, norma que prevê a troca de máquinas e equipamentos antigos por itens novos e mais seguros.

O Governo de São Paulo, por meio da Desenvolve SP – Agência de Desenvolvimento Paulista, em parceria com as secretarias da Fazenda e de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, lançou nesta quinta-feira, 21, uma linha de financiamento no valor de R$ 100 milhões e a juro zero para auxiliar a indústria de panificação e confeitaria do Estado. O objetivo é ajudar o setor a se adequar à Norma Reguladora 12 (NR12), que determina a substituição de maquinário antigo para garantir maior segurança ao trabalhador e a redução de acidentes. O prazo para pagamento é de até 72 meses, incluindo 24 meses de carência.

“Estamos disponibilizando R$ 100 milhões em subsídios para garantir a proteção e a segurança dos trabalhadores do setor de panificação. São 12.800 padarias que já podem financiar a juro zero, por meio da Desenvolve SP, máquinas e equipamentos novos e modernos que garantam a redução de acidentes e a qualidade de vida desses profissionais”, disse o governador Geraldo Alckmin, durante evento de lançamento da linha.

Publicada em dezembro de 2012 pelo Ministério do Trabalho e Emprego, a NR12 obriga todos os panificadores a trocarem ou adequarem seu maquinário, caso contrário, poderão ser aplicadas multas, interdições, suspensão de atividades e até processo de ação civil pública. Para incentivar o setor, o governo paulista subsidiará os juros dos financiamentos, assim, os empresários que mantiverem suas prestações em dia terão juros zero.

“A adequação à NR12 vai proporcionar, além da segurança no trabalho, maior competitividade entre as padarias que poderão aumentar seu ritmo de produção e inovar na criação de novos produtos. Ganhará também a indústria fornecedora do setor, já que a busca por maquinário aumentará consideravelmente, aquecendo as vendas nos próximos meses”, disse Milton Luiz de Melo Santos, presidente da Desenvolve SP.

Com a Linha de Financiamento à Indústria de Panificação e Confeitaria, os interessados poderão financiar até 90% dos novos equipamentos que constam na NR12, como amassadeiras, batedeiras, cilindros, modeladores, laminadores e também a aquisição de um forno. O limite de crédito por empresa é de R$ 150 mil. Para facilitar o acesso à linha, os empresários contarão com a contratação dos fundos garantidores FGI, do BNDES, ou o FAMPE, do Sebrae, que permitirão a complementação das garantias exigidas pela operação de crédito.

A Desenvolve SP, principal instituição financeira do Governo do Estado, atingiu mais de R$ 1 bilhão em financiamentos voltados ao crescimento das empresas e ao desenvolvimento da economia paulista. A Agência financia empresas com faturamento anual a partir de R$ 360 mil, com baixas taxas de juros e prazos de até 10 anos. Visite a página da Desenvolve SP (desenvolvesp.com.br) e conheça todas as linhas de financiamento.

Fonte: DESENVOLVE SP - 24/11/2013
Notícia enviada por Clovis Veloso de Queiroz Neto

 

Voltar para:
Notícias - Segurança do Trabalho