Curiosidades sobre a origem do Método Pilates.


Joseph Hubert Pilates nasceu na Alemanha em 1880 e durante sua infância, sofreu de asma, raquitismo e febre reumática. Determinado a tornar-se fisicamente forte, começou a estudar terapias corporais, incluindo Yoga, Zen e técnicas gregas e romanas de exercícios. Aos catorze anos, dedicou-se ao fisiculturismo, chegando a posar para cartazes de anatomia. Mais tarde, viria a se tornar especialista em cultura física, mergulho, esqui e ginástica.

Em 1912, tornou-se boxeador na Inglaterra e durante esse período a 1ª Guerra Mundial deflagrou-se; sendo então considerado um “estrangeiro inimigo” foi detido em Lancaster juntamente com outros alemães e transferido posteriormente para a Ilha de Man. Durante o tempo que passou nessa ilha, treinou seus companheiros internos com exercícios que havia criado, vendo-os ficarem fortes e não serem contaminados pela epidemia de influenza (“gripe espanhola”) que assolou a Europa e matou milhares de internos da ilha. Mais tarde, trabalhou no setor de enfermaria e aplicou seus exercícios em pessoas incapacitadas e com ferimentos de guerra, iniciando assim o desenvolvimento dos aparelhos que dariam origem aos utilizados hoje.

Com o fim da guerra, Joseph Pilates retornou para a Alemanha, onde continuou desenvolvendo seu método. Em 1925, foi convidado para treinar o exército alemão e no ano seguinte, frustrado com o seu trabalho no exército, Joseph Pilates decidiu ir para a América e no navio, conheceu sua futura esposa, Clara. Chegando à América, o casal rumou para Nova York, onde foi inaugurado o primeiro Estúdio de Pilates.

O estúdio do casal recebeu a atenção da comunidade de dança e o método logo se tornou parte do treinamento de bailarinos. Pilates batizou seu método como “Contrologia” e viveu uma vida longa e saudável praticando seu método. Morreu em 1967, aos oitenta e sete anos e as suas fotos são prova de que seu método era realmente eficiente. Hoje, seus exercícios são utilizados em todo mundo em busca de fortalecimento, alongamento e correção postural. Além disso, através do Pilates é possível obter alívio de dores, principalmente na coluna, já que é trabalhada a mobilização da mesma, associada ao fortalecimento dos músculos da região lombar, abdominais e glúteos, ou seja, o chamado “power house”. Segundo Joseph, se esses músculos forem fortes o suficiente é mais fácil garantir uma coluna saudável durante o processo de envelhecimento.

Autora: Vanessa Vieira – Fisioterapeuta com formação no Método Pilates

Os interessados em conhecer e sentir os benefícios do Pilates, poderão entrar em contato e marcar uma aula experimental no Studium Pilates através dos telefones (34) 3219-6900 e (34) 9124-9975.

Voltar para:
Notícias - Cotidiano